BLOG

MONTSEGURO

Acompanhe os melhores conteúdos sobre planos de saúde e qualidade de vida.

Saúde Bucal: a chave para manter a higiene da boca em dia

Hálito puro e sorriso saudável são indicadores de uma boa saúde bucal. 

No entanto, sabemos que saúde bucal não diz respeito apenas à aparência dos dentes. 

Nesse sentido, ela é um aspecto essencial do dia a dia das pessoas e impacta não só a região e suas funções, mas todo o organismo. 

Por isso, mantê-la em dia ajuda a evitar diversos problemas e desconfortos.

Para isso, é muito importante fazer o uso de creme dental, escova de dente e fio dental após cada refeição.

Contudo, uma parcela significativa dos brasileiros não mantém hábitos frequentes de limpeza.

Enquanto o fio dental, escova e creme dental são usados por apenas 53% da população, segundo pesquisas do IBGE, 89% realiza a higienização menos de 2 vezes por dia. 

Isto é, aquela velha lição que aprendemos quando crianças de escovar os dentes para evitar cáries e deixar o sorriso mais branquinho após cada refeição, não está sendo praticada. 

Essa pesquisa revela como é preciso difundir os hábitos que preservam a saúde bucal e colocar o tema em discussão. 

Pensando nisso, preparamos um artigo completo sobre a importância da saúde da boca e os cuidados para garanti-la. 

Confira!

O que é saúde bucal?

o que saúde bucal

Provavelmente, você assim como muitas outras pessoas deve achar que ter saúde é somente ter um sorriso branquinho e hálito fresco. 

Mas não é só isso!

De acordo com a Federação Dentária Internacional (FDI), a saúde bucal é multifacetada e compreende a capacidade de falar, sorrir, saborear e ingerir alimentos, além de transmitir emoções utilizando expressões faciais, sem desconforto ou dor.

Sendo assim, podemos perceber que a saúde bucal influencia a qualidade de vida das pessoas.

Afinal, ela é um componente fundamental da saúde geral dos indivíduos, reflete diretamente em seu bem-estar e qualidade de vida, e é influenciada pelas percepções, experiências e capacidade de adaptação dos sujeitos.

Nessa perspectiva, é possível entender que não se pode dizer que a saúde bucal é  apenas a aparência dos dentes. 

De fato, ela é um ponto crucial para a dimensão social dos indivíduos e reflete também na saúde do corpo como um todo.

Dessa forma, protegê-la e preservá-la é tão significativo. 

Assim sendo, é necessário ter cuidados com toda a região da boca, higienizá-la corretamente, além de realizar visitas periódicas ao dentista.

Essas são maneiras de assegurar condições de vida mais confortáveis.

Qual a importância da higiene na saúde bucal?

Como dissemos antes, a saúde bucal não só afeta somente a região da boca, mas também questões de todo o corpo. Além disso, pode atingir o bem-estar e até a autoestima. 

Dessa maneira, um modo de garantir que ela se mantenha em um bom grau é realizar a higiene adequada nos dentes, na gengiva e na língua.

Você não deve se manter somente na simples escovação quando acorda. 

Por isso, além de escovar os dentes ao acordar, escove também após todas as refeições. 

Da mesma forma, é importante passar o fio dental para garantir que todos os resíduos de alimentos foram eliminados. 

Se puder, use um enxaguante bucal depois da higienização.

Assim, é possível se certificar que a região está limpa e diminuir a proliferação de bactérias, que causam problemas como cáries, mau hálito, tártaro e dores de dente.

Principais problemas de uma má higiene bucal

Se engana quem pensa que os únicos problemas de uma saúde bucal debilitada são cáries e dentes amarelados.

A má limpeza dos dentes e da cavidade oral pode acarretar tanto esses problemas nessa região, mas também outras patologias que, para além da estética, podem ser bastante incômodas, dolorosas e perigosas. 

Listamos então uma série de doenças bucais que podem afetar o dia a dia das pessoas. 

Veja!

1. Cáries

As cáries são deteriorações nos dentes ocasionadas pela proliferação de bactérias, que surgem com o acúmulo de açúcares dos restos de alimentos. 

Esse tipo de doença compromete gravemente a saúde dos dentes e ocorre por conta da má escovação ou por falta de uso do fio dental.

Além disso, quando não tratadas, as cáries podem evoluir para a morte da polpa do dente, o que exige sua extração, por causa da grande dor e do risco de infecções.

2.Tártaro

Outro problema é o tártaro. 

A boca é repleta de bactérias que vivem de maneira harmônica no local, isto é, não causam nenhum malefício ao organismo desde que os hábitos de vida estejam adequados.

No entanto, quando a limpeza não é feita com frequência ou corretamente, restos de comida começam a se acumular entre os dentes, servindo de comida para essas bactérias.

Os microrganismos se proliferam e formam uma placa bacteriana que recobre os dentes, deixando-os amarelados.

O processo continua e a placa, que era fina, passa a se tornar mais espessa e rígida. Nessa hora, ela já não pode ser removida apenas com a escovação.

É assim que rente às gengivas ocorre o acúmulo bacteriano.

A isso chamamos tártaro, que está relacionado a problemas na gengiva, dores e até necessidade de extração do dente.

3. Gengivite

A gengivite é a inflamação da gengiva. 

Sua causa pode ser a higiene bucal precária ou uso de produtos inadequados para a limpeza dos dentes, como escovas com cerdas muito duras ou de tamanho maior que o ideal.

Como resultado, isso pode causar dores, inchaços, vermelhidão, sangramentos e alta sensibilidade na área afetada. 

Além disso, a gengivite pode ser responsável por casos de mau hálito e evoluir para uma doença ainda mais grave, a periodontite.

Outras patologias ocasionadas pela falta de saúde bucal são:

  • Aftas
  • Endocardite bacteriana 
  • Impotência
  • Parto prematuro
  • Doenças respiratórias
  • Artrite reumatoide

Como cuidar da higiene bucal

como cuidar da saúde bucal

Para manter a saúde bucal, é necessário principalmente a higienização correta da região. 

Além disso, é fundamental a construção de hábitos que não a prejudiquem no dia a dia. 

Seguindo as recomendações corretas e adicionando ações de precaução ao cotidiano, é possível manter o bem-estar da boca. 

Algumas dicas para isso são:

  • Escovar os dentes após as refeições, pelo menos 3 vezes ao dia;
  • Utilizar escovas macias para não machucar as gengivas e sensibilizar os dentes;
  • Trocar regularmente a escova, evitando que as cerdas fiquem gastas e não sejam capazes de remover os resíduos alimentares;
  • Usar produtos à base de flúor, como pastas de dente e enxaguantes bucais;
  • Passar fio dental diariamente, entre todos os dentes.

Mas também é importante avaliar os cuidados com a alimentação e comportamento. 

Para isso, é importante:

  • Não fumar;
  • Reduzir o consumo de álcool;
  • Dar atenção à alimentação, reduzindo o consumo de alimentos ricos em açúcar;
  • Cuidar com a ingestão de alimentos entre as refeições, sobretudo os doces, como balas;
  • Dar atenção ao tratamento de doenças crônicas ou capazes de interferir na imunidade;
  • Reduzir o estresse;
  • Estar atento à saúde em geral, com a prática de atividades físicas e consultas regulares.

Conclusão

Como você viu nesse artigo, os cuidados com a saúde envolvem atenção a todo o organismo. 

Sendo assim, medidas simples devem ser adotadas no dia a dia, sendo importante manter hábitos de higiene bucal corretos e visitar regularmente um dentista para garantir mais saúde e bem-estar.

Marque sua consulta com o dentista por meio do seu plano de saúde

Caso você ainda não possua, entre em contato!