BLOG

MONTSEGURO

Acompanhe os melhores conteúdos sobre planos de saúde e qualidade de vida.

Como declarar plano de saúde no Imposto de Renda 2023?

O Imposto de Renda é uma das obrigações fiscais mais importantes para os cidadãos e empresas em muitos países, incluindo o Brasil.

Declarar o plano de saúde Imposto de Renda é de extrema importância para a Receita Federal, uma vez que possibilita uma análise mais aprofundada da situação financeira e do patrimônio do contribuinte, além de ser utilizado no cálculo do imposto devido ou da restituição.

Nesse contexto, os planos de saúde têm um papel relevante, tanto na proteção da saúde como na possível economia de impostos.

Neste artigo, falaremos sobre as implicações fiscais de ter um plano de saúde Imposto de Renda.

Como ocorre a declaração do plano de saúde Imposto de Renda?

A inclusão do plano de saúde na declaração do Imposto de Renda é um procedimento simples.

Tanto para o titular como para os dependentes, as despesas devem ser registradas na seção “Pagamentos efetuados”.

Nessa seção, é necessário detalhar as despesas relacionadas a médicos de diversas especialidades, as mensalidades do plano de saúde, exames laboratoriais e outras despesas médicas.

É fundamental preencher essa seção de forma precisa, uma vez que as empresas de planos de saúde também apresentam essas informações, havendo, portanto, uma verificação cruzada.

Vale destacar que as deduções só são permitidas quando as despesas beneficiam o próprio contribuinte ou algum dependente devidamente declarado.

Como declarar despesas com plano de saúde Imposto de Renda?

Existem várias categorias de planos de saúde, e cada uma delas exige um cuidado específico no momento da declaração. Portanto, é essencial prestar muita atenção para evitar equívocos.

Passo a passo para declarar o plano de saúde Imposto de Renda

Existem alguns detalhes importantes para aprender como declarar plano de saúde no Imposto de Renda. Separamos as informações mais importantes para você logo abaixo.

Plano de saúde imposto de renda pago pela empresa

Quando o plano de saúde é custeado integralmente pela empresa, o contribuinte não precisa informá-lo na declaração do imposto de renda.

Nesse caso, a empresa que assume as deduções fiscais.

Isso se aplica apenas quando a empresa cobre integralmente os custos, ou seja, não há desconto algum para o funcionário.

Plano de saúde imposto de renda pago pelo contribuinte

No caso de um plano de saúde particular, é necessário incluí-lo na seção “Pagamentos efetuados” da declaração.

Após selecionar essa seção, é preciso preencher o quadro “Dados do pagamento” e utilizar o código 26 para identificar o plano de saúde. Os detalhes devem corresponder aos dados no comprovante de pagamento.

No campo “valor pago”, preencha com o montante total gasto durante o ano, somando todas as parcelas pagas em 2022. Nesse cenário, a dedução corresponderá a 100% do valor.

Plano de saúde imposto de renda com coparticipação

O plano com coparticipação é comum em empresas, no qual o empregador assume parte das despesas, e o colaborador arca com o restante.

Por exemplo, se o plano custa R$ 800 e a empresa cobre R$ 400, o colaborador paga apenas R$ 400. Logo, é esse valor que deve ser declarado no Imposto de Renda.

Na seção “Pagamentos Efetuados”, sob “Dados do pagamento”, some todas as quantias descontadas referentes ao plano de saúde durante o ano.

Plano de saúde imposto de renda familiar

Em planos familiares, os titulares podem incluir dependentes na cobertura do plano.

Suponha que o titular tenha adicionado a mãe e um filho ao plano de saúde, mas na declaração do Imposto de Renda, apenas o filho foi considerado como dependente.

Nesse caso, é necessário somar o valor pago pelo plano de saúde apenas pelo titular e pelo dependente, enquanto a mãe pode declarar seu próprio plano na declaração de Imposto de Renda.

O processo é o mesmo, acessando a seção “Pagamentos Efetuados” e, em “Dados do pagamento”, fornecendo as informações de pagamento do titular e do dependente do plano.

Lembre-se de selecionar os dependentes na seção mencionada acima, utilizando o código 26 e, em seguida, encontrando a seção “Dependentes”.

Reembolso de despesas médicas

Em algumas situações, os planos de saúde permitem que os usuários sejam reembolsados por despesas médicas.

Ou seja, se você consulta um médico e é reembolsado posteriormente pelo plano, isso também deve ser declarado.

Nesse caso, acesse a seção “Pagamentos efetuados” e, em seguida, clique em “Valor Pago” e escolha a opção “Valor dedutível/reembolsado”.

No campo “valor pago”, informe o custo total do serviço médico, enquanto no campo “valor dedutível”, indique a quantia que a operadora reembolsou.

Documentos e informações para declarar o plano de saúde Imposto de Renda

Para evitar equívocos na declaração, é fundamental solicitar o informe de pagamentos à operadora do plano de saúde.

Esse documento conterá todas as informações sobre os pagamentos realizados ao longo do ano.

No caso de reembolsos relacionados a consultas e exames particulares, é necessário obter notas fiscais para comprovar os serviços.

É essencial manter esses documentos arquivados, pois a Receita Federal pode solicitar esclarecimentos sobre determinados gastos, e será necessário comprová-los por meio desses recibos e notas.

Conclusão

Os planos de saúde desempenham um papel fundamental na vida dos brasileiros, proporcionando acesso a serviços médicos de qualidade e contribuindo para a saúde e o bem-estar.

Além disso, a dedutibilidade no Imposto de Renda é um benefício adicional que pode ajudar a aliviar a carga tributária dos contribuintes.

No entanto, é importante observar as regras e limitações estabelecidas pela Receita Federal para garantir que as despesas com planos de saúde sejam adequadamente declaradas.

Ficar em conformidade com a legislação fiscal não apenas evita problemas com a Receita, mas também ajuda a garantir a integridade do sistema tributário como um todo.

Por fim, um plano de saúde pode ser uma escolha inteligente tanto para a saúde como para as finanças pessoais, desde que seja feita uma gestão cuidadosa das despesas e das obrigações fiscais relacionadas a ele no momento de declarar o Imposto de Renda.